quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Faculdade de Medicina em... Paris!

Caros leitores, como poderia eu deixar de passar um dia tão importante da minha vida como este em que me voltei a tornar estudante?
Pois é, estou oficialmente inscrito na Faculdade de Medicina de Pierre e Marie Curie em Paris. Chique, heim? E, para fazer prova, aqui vos deixo o meu cartão de estudante.



Garanto-vos, meus caros, que vou espremer estes franceses até ao tutano, que é como quem diz, hei-de tirar, deste cartão, a sua total rentabilidade, e visitar museus e aproveitar os descontos a que um estudante tem direito. Mesmo no nosso IRS hei-de aproveitar a deixa, e o meu super-computador, assim como livros e afins que até à data não me eram permitidos incorporar na minha declaração de imposto, hão-de ser declarados e, de alguma forma, reembolsados. Claro que tudo isto é um pouco fantasioso, mas porque não fazermos proveito daquilo que nos pode dar algum lucro? Ao fim e ao cabo, bem feitas as contas, somos sempre nos que ficamos a perder... seja na taxa Euribor (que, apesar de ter descido, e muito, ainda fez com que, este mês, tivesse pago mais qualquer coisa como 40 euros na prestação mensal da minha casa de Portugal), seja nos impostos, nos descontos para a caixa geral de aposentações (sera que o dinheiro que agora desconto me vai valer de alguma coisa no futuro?), ...
Bom, aquilo que interessa é que o problema esta resolvido. Contudo, desengane-se quem pense que o processo foi facil. Alias, se estiveram atentos aos varios "posts" do blogue, tiveram a oportunidade de constatar que o termo "facilidade" nunca foi um termo que estes connards dos franceses gostassem de utilizar. Assim, e apesar de ter os documentos necessarios à efectivação da inscrição, mais um problema se colocou aquando do pagamento da mesma. Uma colega, que se inscreveu ha pouco tempo disse-me que podia pagar com o cartão bacario e eu, fiado nesse facto concreto, e pela facilidade inerente ao acto de "sacar" da carteira o cartão, faze-lo passar pela maquina e assim ter o problema resolvido, achei que seria a melhor forma de pagamento. Eis que, quando se aproximou a hora do pagamento eu, no meu melhor, propus o pagamento com o cartão multibanco desta terra, o que me foi recusado porque... a pessoa que esta autorizada a fazer os pagamentos com cartão bancario não estava a trabalhar (ca nesta terra, quando um francês esta de férias, não ha ninguém capaz de o substituir). Assim, a unica forma de pagamento possivel era mesmo o... cheque! Nem dinheiro "vivo" aceitavam. Contudo, havia deixado os cheques em casa. Assim, a solução passou por ir até ao posto dos correios, fazer uma espécie de vale, e voltar à faculdade para proceder a pagamento e, assim, concluir o processo de inscrição. Por Deus! Em que terra é que uma secretaria onde lidam com "dinheiros" não aceita outra forma de pagamento que não o cheque? E ainda dizem que Portugal é terceiro mundo... Primeiro, meus caros leitores, primeirissimo!!!
Bom, devo-vos informar, também, que nos proximos dias estarei, provavelmente (digo eu), incapacitado para escrever, dada a minha viagem, amanhã, até Hamburgo, onde estarei até sabado, num congresso sobre doenças hepaticas e auto-imunidade. Contudo, e caso o dito hotel o permita, tentarei deixar um ou outro "post" para me exercitar o neuronio e para vos encher a alma.

Bien à vous,
até ao meu regresso,
Fil

9 comentários:

la tante disse...

A burocracia não conhece fronteiras, nem a tirania do fisco. Esmifra-o até ao tutano, é o teu dever como cidadão consciente, actuante e enraivecido... só que ele está alerta e tu já desvendaste a tua estratégia. Be watching! Estás tão sério no teu cartão de estudante! Devias estar satisfeito, sempre é um rejuvenescimento peculiar. Aí podes retirar dele muitas vantagens. Por falar em vantagens, já foste "Au marché des puces?" E não te esqueças, quando o tempo estiver mais favorável (com chuva é um desastre!), de fazer um passeio nos "Canaux de S. Martin", antes que se lembrem novamente de os transformar em estradas, como já aconteceu.
Espero que Hamburgo esteja a ser uma festa e pela falta de notícias não tenho dúvidas disso.
Gros bisou et à bientôt.

Filipe Nery disse...

O "marché des puces" e os "canaus de St Martin" deverão esperar pelo proximo ano, quem sabe, com a companhia de "la tante"?
Assim o espero!

lucia disse...

Olá, gostava de saber como conseguiste inscrição para essa universidade, quero seguir medicina, mas portugal é pequeno...
Obrigada pela informação
luciasilva2@sapo.pt

Anónimo disse...

Olá. Tou a viver em Paris e tou a procura de informações sobre acesso à Faculdade de Medicina. Como fizeste? Sei perfeitamente como aqui são exigentes mas preferia sabê-lo por alguém que o sente na pele.
Obrigada.
catiamoura.5@gmail.com

amandat ;* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jéssica Sena disse...

gostaria de saber mais informaçoes sobre a faculdade de medicina em Paris, como fizestes.
msn: jessicacsena@hotmail.com
grata!

Anónimo disse...

Olá estudo medicina em Bolívia Santa Cruz de lá Sierra curso o segundo semestre e gostaria de saber a possibilidade de transferencia daqui para lá, e qual a língua usada nas universidades eu falo ingles mas nao francês, sou brasileira e vivi um tempo em Londres
,meu e-mail e Silviadalfinance@hotmail.com, desde já muitíssimo obrigada, seu blog e o máximo.
Silvia Souza

Meu Diário disse...

Ola... gostaria de falar em particular com você.(patriella@hotmail.com)

Sou brasileira e minha filha gostaria de ser médica.

Gostaria de saber como uma brasileira poderia ingressar regulamente numa universidade francesa.

Qual a idade, documentação exigida, provas a que deve se submeter, custo...

Considere que ela ainda não entrou em uma universidade brasileira... esta estudando para isto, terminando o ensino médio (Hight School)

Como falas português, resolvi lhe perguntar, pois realmente tenho dificuldades com o francês e gostaria de ajudar minha filha, podendo-lhe dar as orientações necessárias.

Muito obrigada, desde já, por sua atenção.

Atenciosamente,
Patricia

Anónimo disse...

Olá, meu nome é Glenda e gostaria de informações à cerca de como ingressar em uma universidade em París. Sou Brasileira, ainda no Ensino Médio, mas pretendo cursar medicina em breve.
Gostaria de saber a respeito de documentações necessárias, idade proposta, custo e etc.
Aqui meu e-mail: (glendinhafurtado@hotmail.com).
Desde já agradeço, Abraço!